Corpo de jovem desaparecido por quase 10 anos é encontrado atrás de freezer em supermercado

O corpo de Larry Ely Murillo-Moncada foi encontrado atrás do freezer de um supermercado em Iowa, nos Estados Unidos, quase uma década após ter desaparecido, anunciou a polícia de Council Bluffs na segunda-feira (23).

Em 28 de novembro de 2009, Murillo-Moncada deixou a casa da família no meio da noite descalço e apenas com um moletom azul marinho e calça azul clara. Ele não levou suas chaves.

A família registrou o desaparecimento na polícia. Apesar dos esforços, as buscas não avançaram, revela o G1.

A mãe de Murillo-Moncada, Ana, relatou que, um dia antes do filho desaparecer, um médico prescreveu um antidepressivo. Ele tomou o medicamento, que não surtiu efeito. A confusão mental persistiu e ele passou a ouvir vozes e ter alucinações, de acordo com o jornal “The Washington Post”.

Mercado fechado desde 2016

O corpo só foi encontrado em janeiro no No Frills Supermarket, onde Murillo-Moncada já tinha trabalhado.

O supermercado foi fechado em 2016 e, apenas em janeiro deste ano, funcionários começaram a desmontar as prateleiras e remover os refrigeradores.

O corpo estava em um vão de 3,6 metros de altura e 45 centímetros de largura entre a parede e os refrigeradores. Embora estivesse decomposto, o que impossibilitava o reconhecimento visual, a roupa coincidia com a descrita pela família no momento do desaparecimento. O reconhecimento foi feito por um exame de DNA.

A autópsia não mostrou sinais de trauma, e a morte foi registrada como acidental.

Os investigadores acreditam que Murillo-Moncada foi ao supermercado, subiu em cima dos freezers e caiu no vão.

O espaço era usado para armazenamento de mercadorias. Antigos funcionários relataram que costumavam subir no freezer quando queriam descansar sem serem vistos.

24/07/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)